Fotografia da Natureza por André Brito e Ana Esteves

Garça-Real

Ardea cinerea

A Garça-Real é uma espécie grande, 90-100cm, Com um pescoço patas e bico compridos. Apresenta o dorso cinzento e a parte inferior branca com pequenas listas pretas e tons cinzentos. A coroa é preta e o uropígio cinzento. Voa com as patas amarelo-alaranjado-escuro para trás e com o pescoço junto aos ombros.

Habita nas zonas húmidas,  margens de água doce, zonas pantanosas, lagoas, estuários e rios. É uma espécie gregária e pode formar grupos até 50 indivíduos. A Garça-real distribui-se um pouco por toda a Europa, embora as aves da Europa central migrem. reproduz-se  no Sudoeste da Europa.

Esta espécie alimenta-se de peixes e anfíbios que procura nas águas pouco profundas e nas margens.

Constrói o ninho numa plataforma de árvores, normalmente a grande altura. Efectua uma postura entre Fevereiro-Abril com 3-5 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante

Anúncios

Ardea cinerea

A Garça-Real é uma espécie grande, 90-100cm, Com um pescoço patas e bico compridos. Apresenta o dorso cinzento e a parte inferior branca com pequenas listas pretas e tons cinzentos. A coroa é preta e o uropígio cinzento. Voa com as patas amarelo-alaranjado-escuro para trás e com o pescoço junto aos ombros.

Habita nas zonas húmidas,  margens de água doce, zonas pantanosas, lagoas, estuários e rios. É uma espécie gregária e pode formar grupos até 50 indivíduos. A Garça-real distribui-se um pouco por toda a Europa, embora as aves da Europa central migrem. reproduz-se  no Sudoeste da Europa.

Esta espécie alimenta-se de peixes e anfíbios que procura nas águas pouco profundas e nas margens.

Constrói o ninho numa plataforma de árvores, normalmente a grande altura. Efectua uma postura entre Fevereiro-Abril com 3-5 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante