Fotografia da Natureza por André Brito e Ana Esteves

aves

Pyrrhula pyrrhula

Tenho dedicado algum tempo a esta espécie, e diga-se que não tem sido nada fácil conseguir boas fotos deles. Talvez esta seja a melhor, não sei…

No abrigo de inverno são uma presença quase diária, mas no entanto apenas gostam de marcar presença e pouco se prestam a fotografias. Continuo a tentar diversas abordagens, estratégias diferentes mas a verdade é que os resultados tardam em aparecer.

Pyrrhula pyrrhula_2014_03a

Anúncios

Emberiza cirlus

As novas atracções do abrigo de inverno!!!

Vasco Esteves de Baixo, continua a surpreender-me. Não sendo uma espécie nada comum nesta parte da serra da estrela, a escrevedeira-de-garganta-preta tem sido uma assídua visitante do meu abrigo. Fico feliz por isso pois acho que esta ave proporciona bonitas imagens 🙂

Emberiza cirlus_2014_7 Emberiza cirlus_2014_5


Publicação na National Geographic

National Geographic

É com muito gosto e orgulho que mostro uma página da revista National Geographic, edição de Dezembro de 2014 com a publicação de uma foto minha.

A foto foi obtida durante esse mesmo ano num dos ninhos que eu acompanho da espécie.

Vasco Esteves de Baixo é um local privilegiado para a observação de melro de água e é aí que com a ajuda dos meus amigos tenho alargado o conhecimento destas fantásticas aves.

Para eles (meus amigos) vai um grande abraço e um agradecimento especial, juntos temos afinado estratégias, descobertos novos casais e territórios.

Acima de tudo temos tentado preservar o património biológico da aldeia, mostrar que o interior esquecido por muitos ainda mantém gente atenta a aquilo que os rodeia.

A todos o meu muito obrigado!!!

 

Foto original:

Cinclus cinclus_2014_13


Emberiza cirlus

Emberiza cirlus_2014_3


Emberiza cirlus

Emberiza cirlus_2014_4


Passer domesticus

Passer domesticus_2014_1

O Pardal-comum é uma das aves mais abundantes da Europa. Mede cerca de 14-15,5 cm. O macho apresenta um dorso malhado de castanho e preto, nuca castanho-chocolate e coroa cinzenta. O peito é cinzento e tem um babete preto que vai da garganta até ao peito. A fêmea é castanho-clara com dorso malhado. Tem uma listra superciliar clara e uma barra alar dupla.

Habita em quase todos os tipos de habitat. Pode ser encontrado em jardins, pauis, charnecas, rochedos, estuários, bosques, sebes e é muito frequente em zonas humanizadas onde forma grandes bandos. Pode ser observado durante todo o ano.

Alimenta-se sobretudo de sementes, insectos e bagas. Nas cidades procuram muitas vezes locais onde as pessoas se costumam alimentar, como cafés e esplanadas.

Constrói o ninho em forma de cúpula numa fenda de edifício ou por vezes em árvores. Efectua 3 posturas entre Abril-Junho com 3-5 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Carduelis spinus

Carduelis spinus_2014_2

O Lugre é uma ave de pequenas dimensões medindo cerca de 11-12,5 cm. O macho é amarelo-esverdeado apresenta a coroa e babete pretos, litras superciliar e uropígio amarelo esverdeado sem marcas. A parte superior é esverdeada, enquanto que a parte inferior é amarela e os flancos malhados. As asas são pretas com barras alares amarelas. A fêmea é mais sombria, apresenta a coroa amarela acinzentada, peito e uropígio branco com matrizes verde-amarelado e com riscas difusas.

É uma espécie que gosta de florestas mistas e de coníferas, nomeadamente abetos, amieiros e vidoeiros com elevada humidade. É uma espécie que nidifica na Europa Central, Oriental e Setentrional. No Sul e Oeste apenas está presente no Inverno.

A sua alimentação é feita à base de sementes. É frequente ser observado em grupos, quando se alimentam em árvores normalmente pendurados de cabeça para baixo. No final do inverno é um visitante constante de alimentadouros artificiais.

Constrói o ninho no ponto alto de uma conífera. Efectua 2 posturas entre Abril-Maio com 3-5 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Cisticola juncidis

Cisticola juncidis_3_2014


Cisticola juncidis

Cisticola juncidis_4_2014


Cisticola juncidis

Cisticola juncidis_1_2014