Fotografia da Natureza por André Brito e Ana Esteves

Archive for Maio, 2012

Dendrocopos major

O Pica-pau-malhado-grande é o maior dos Pica-paus Portugueses, mede cerca de 22-24 cm. A parte superior é preta com faces brancas, manchas brancas o pescoço e duas manchas ovais no dorso. A parte inferior é castanha clara com as coberturas infracaudais vermelhas. O macho adulto apresenta uma mancha vermelha na nuca que se encontra ausente na fêmea e no juvenil. Nos juvenis a coroa é vermelha ao contrário dos adultos que é preta.

Os habitats preferidos são os bosques, jardins e sebes. Têm por hábito vaguear em árvores mortas onde são avistados com frequência a subir por ela e a bater com o bico provocando um som cavo e de longo alcance. É uma espécie residente e bem distribuída na Europa, com excepção da Irlanda onde é ausente.

Alimentam-se principalmente de insectos que são capturados nos troncos das árvores, no entanto também se podem alimentar de sementes.

Constrói o ninho num buraco de árvore com o auxilio do bico curto, efectua 1 postura entre Maio-Junho com 4-7 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Oriolus oriolus (fêmea)

O Papa-figos é uma ave de médio porte, mede cerca de 23-25 cm, com uma plumagem única e inconfundível. A fêmea é esverdeada e preta, assim como os machos jovens. O peito é claro com malhas. Não é tão notória a listra preta entre o bico e os olhos como no macho.

Habita em bosques normalmente pelas copas das árvores. É uma espécie esquiva que normalmente é ouvida, mas difícil de observar. É uma espécie visitante estival na Europa Continental.

Alimenta-se de insectos, bagas e frutos.

Constrói o ninho em forma de taça normalmente suspenso na extremidade de um ramo de uma árvore que grande porte. Efectua 1 postura, eventualmente duas, entre Maio-Junho com 3-4 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Oriolus oriolus (macho)

O Papa-figos é uma ave de médio porte, mede cerca de 23-25 cm, com uma plumagem única e inconfundível. O macho é amarelo-vivo com asa e cauda preta. Possui uma listra preta muito marcada entre o bico e os olhos. O bico é vermelho e curto. Nas asas apresenta uma pequena mancha amarela.

Habita em bosques normalmente pelas copas das árvores. É uma espécie esquiva que normalmente é ouvida, mas difícil de observar. É uma espécie visitante estival na Europa Continental.

Alimenta-se de insectos, bagas e frutos.

Constrói o ninho em forma de taça normalmente suspenso na extremidade de um ramo de uma árvore que grande porte. Efectua 1 postura, eventualmente duas, entre Maio-Junho com 3-4 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Oriolus oriolus (fêmea)

O Papa-figos é uma ave de médio porte, mede cerca de 23-25 cm, com uma plumagem única e inconfundível. A fêmea é esverdeada e preta, assim como os machos jovens. O peito é claro com malhas. Não é tão notória a listra preta entre o bico e os olhos como no macho.

Habita em bosques normalmente pelas copas das árvores. É uma espécie esquiva que normalmente é ouvida, mas difícil de observar. É uma espécie visitante estival na Europa Continental.

Alimenta-se de insectos, bagas e frutos.

Constrói o ninho em forma de taça normalmente suspenso na extremidade de um ramo de uma árvore que grande porte. Efectua 1 postura, eventualmente duas, entre Maio-Junho com 3-4 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Oriolus oriolus (macho)

O Papa-figos é uma ave de médio porte, mede cerca de 23-25 cm, com uma plumagem única e inconfundível. O macho é amarelo-vivo com asa e cauda preta. Possui uma listra preta muito marcada entre o bico e os olhos. O bico é vermelho e curto. Nas asas apresenta uma pequena mancha amarela.

Habita em bosques normalmente pelas copas das árvores. É uma espécie esquiva que normalmente é ouvida, mas difícil de observar. É uma espécie visitante estival na Europa Continental.

Alimenta-se de insectos, bagas e frutos.

Constrói o ninho em forma de taça normalmente suspenso na extremidade de um ramo de uma árvore que grande porte. Efectua 1 postura, eventualmente duas, entre Maio-Junho com 3-4 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): LC – Pouco preocupante


Emberiza hortulana

 

Emberiza hortulana_2014_4

A Sombria é uma ave de pequeno porte medindo 15,5-16,5cm. O macho é cinzento-esverdeado na cabeça e no peito com  garganta e bigode amarelo. O dorso e parte superior é castanho malhado de preto com excepção do uropígio castanho-amarelado. A parte inferior é castanho-claro-alaranjado. A fêmea tem cores mais sombrias, com pintas no peito. Possuem o bico e patas cor-de-rosa, e um anel orbital claro.

Habita em colinas abertas, normalmente em zonas montanhosas com alguma vegetação rasteira tipo giesta, carqueja e urze. É uma espécie nidificante em quase toda a Europa, mas desloca-se para Sul para invernar em África e no Médio Oriente.

Alimenta-se de sementes e pequenos insectos.

Constrói o ninho em forma de taça no solo de baixo de uma moita, onde efectua 2 posturas de Maio-Junho com 4-6 ovos.

Estatuto de conservação (Livro vermelho de Vertebrados): DD – Informação insuficiente